Atacama
Desierto de Desiertos


Follow tiagouriartt on Twitter

Finalmente Atacama, San Pedro de.

31 de Janeiro de 2006

Para ver todas as imagens acesse o link no fim da páginaDefinitivamente não sei se consegui dormir. Acho que dava piscadas longas e não dormia. Que noite infernal! Frio, pingos na cara, sentado, com fome. Bah!! Para acordar e matar um, mas pelo contrário o dia seguinte nos reservou uma bela paisagem. Montanhas com neve, sim neve no deserto (partes altas, mas deserto). Muito bem. Espichamos as pernas, um frio de lascar, café e um rango rápido para tapear e vamos que vamos que um dos destinos está próximo.

Depois de algumas curvas finalmente entramos em mais um país. Para ver todas as imagens acesse o link no fim da páginaChile aí estamos nós! Fotos perto da placa, sobre a placa, escondidos na placa, enfim, todos os problemas da noite já haviam sido esquecidos... Menos pela Ale que seguia meio Para ver todas as imagens acesse o link no fim da páginamal. Tudo era festa, e foto. Tinha o morro rato, as montanhas, a Kombi sem fôlego, água do deserto, o vulcão em erupção. EHEHEH

Até chegarmos em San Pedro de Atacama, fomos direto para a cidade e esquecemos de passar na alfândega. EHEHEH Que alfândega, que segurança. Primeiro fomos comer algo, procuramos uma pousada afinal precisávamos de cama e chuveiro, depois de estabelecidos voltamos para alfândega para dar a entrada no Chile. Antes de voltar, pasmem, o cartão da máquina acabou. EHEH Grande empréstimo esse.

Fomos conhecer a cidade, achamos tudo muito caro, acredito que o motivo era óbvio, é uma cidade turística. Pelas ruas dava para ouvir tudo que era tipo de língua. Só não ouvia português. Pergunto aos nobres qual o lugar ideal para ir em uma cidade turística? Respondo, o correio. Normalmente fica no centro (cidades pequenas), tem cartão postal e carimbos legais. Lá fui eu em busca “Del Correo”. Não foi difícil achar, e bingo, um belo lugar e com pessoas bem bacanas. “Los Hermanos” Pato e Hugo. Compramos suvenires e cartões postais. Infelizmente não podíamos usar o carimbo dos correios no passaporte, mas os postais não ficaram sem.Para ver todas as imagens acesse o link no fim da página

A noite ia caindo e a fome batendo, tá loco, deserto dá fome e sede. Vimos o que íamos visitar no dia seguinte, e por sorte já estava no caminho para irmos a Antofagasta.

Quando fui descarregar as fotos perdi temporariamente a minha agenda, esta que uso agora para escrever o diário de bordo. Bah, quase tive um treco. Por sorte achei. UFA! Imagens descarregadas, máquina pronta para segunda fase rumo ao outro oceano. Voltamos para a pousada e cama, afinal estávamos precisando a noite anterior nos matou. Não sei se era o cansaço, mas a cidade de San Pedro é bem simples, bonita, coisa e tal, mas nada de maravilhosa ou imperdível. Tem sim que passar aqui se vier até o Atacama, até porque ela está em um ponto chave do deserto. O legal é o que há em torno da cidade. Uma das coisas é o Vale de La Luna que iremos amanhã. Por panfleto é algo muito louco, segundo eles, é a própria paisagem lunar.

A cidade possui muito, mas muito artesanato, muito restaurante, muita pousada e um baita atendimento. O problema é o preço. Talvez isso seja problema para nós mortais com pouco dinheiro que saem para viajar a moda louca.

Cadastre seu comentário

Captcha

Postagem #1 por Dario

08/26/2015 08:00 — email

Muito bom Beto. Sem vocea jamais teoramis estes momentos registrados. Espero que a ABES tenha como armazenar este acervo para no futuro relembramos o nosso passado. As coisas boas que estamos fazendo Uma abrae7o, Vitorio.

Postagem #2 por wilker

04/22/2011 12:39 — email

voces fizeram o que eu sempre quis fazer com o nosso clube.Parabéns!



Quer promover sua marca ou site? Anuncie aqui vivente!
Resolução recomendada 1024x768. Desenvolvido por Tiago Uriartt.